Preso envolvido em latrocínio que vitimou pai de promotor de justiça

Foi preso nesta quarta-feira (10) um envolvido na morte do pai do promotor de justiça Paulo Roberto Ramos, José Bernadino Ramos, de 73 anos. O caso aconteceu no Miritiua, em São José de Ribamar durante a manhã. Uma hipótese que está sendo investigada pela Polícia Civil seria de envolvimento da companheira de Bernardino no crime, ela não estava na residência durante o crime.
De acordo com o delegado da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Arthur Benazzi, o suspeito Cleyton Jorge Alves Silva estaria com uma tornozeleira eletrônica e é apontado como autor dos disparos de arma de fogo que vitimaram o pai do promotor e um comparsa do latrocínio, roubo seguido de morte, Anderson Breno Costa Campos, o Bracinho.
Durante a ação criminosa, Bracinho e Cleyton teriam pulado o muro do sítio e invadido a residência para praticar o roubo. Além de José Bernadino Ramos, estava na casa o irmão dele, que é praticante de judô e bombeiro. Houve luta corporal entre ele e Bracinho; e Cleyton Jorge começou a atirar. Com os disparos, morreram ainda no local José Bernadino e Anderson Breno.
A polícia investiga se um ou dois suspeitos estavam do lado de fora da casa em um veículo Chevrolet Celta de cor prata. Durante a fuga de Cleyton, ele pulou o muro e entrou no carro. O irmão de Bernadino chegou a olhar o veículo e já fez o reconhecimento de dois envolvidos.
Cleyton faz uso de tornozeleira eletrônica e, segundo o delegado Arthur Benazzi, teria conseguido bloquear o sinal do equipamento de segurança. Mesmo negando participação, é comprovado a partir da tornozeleira de que ele estava dentro do sítio. O assaltante já responde a três inquéritos policiais, inclusive por tráfico de drogas, e foi capturado no Residencial Amendoeiras, no Maracanã, zona rural de São Luís.
Seguem as investigações e o caso deve ser entregue à delegacia que cobre a área. Nas próximas horas será possível afirmar se a rotina da casa vinha sendo monitorada e se alguém teria informado os assaltantes.
O Ministério Público do Maranhão disse que não vai emitir nota, mas se solidarizou com o promotor de justiça e disse que a polícia já está adotando os trâmites necessários para a investigação do caso. Já a Universidade Federal do Maranhão, por meio do Programa de Pós-Graduação em Direito e Instituições do Sistema de Justiça, lamentou com o mais profundo pesar o falecimento de José Bernardino Ramos, pai dos professores doutores Edith Maria Barbosa Ramos e Paulo Roberto Barbosa Ramos, e sogro da professora doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tutoienses são Encontrados Mortos em Parnaiba

De helicóptero Jovem Lorena de Tutoia com suspeita de meningite e transferida para São Luis

Juíza condenou a Colônia de pescadores Z-17 de Tutóia a pagar 20 mil reais ao FAT.